fbpx

UMA POR DIA… O que é a amizade?.

A amizade é uma relação de interesse mútuo. O que achamos ser afeto é, sobretudo, uma troca de favores; aviltado à condição do urgente-servir.

Por isso, o termo circunstanciado viva da carência de novas conquistas.

A escolha de uma amizade é feita por critérios narcisistas; nunca são motivos inconscientes.

E apostamos no que melhor se parece com a gente. Pois, mesmo irresistível, tememos aquilo que não conhecemos.

Encaminhamos, propositadamente, o que pode dar certo. Não existe nada de sensitivo; tudo é pesado, feito quilo.

No início: “Fui (ou não fui) com a cara dele”.

Depois: “Só gosto de quem gosta de mim”.

Toda amizade nasce sob a égide do preconceito.

Que mal há em aceitar o triste, o catastrófico, o feio, o ignorante, o resistente…?

Somos senhores dos nossos erros, mesmo seguindo o fluxo. Experimentar é parte da formação de caráter; ou a vida não é autoral, pergunto.

Mas, gostamos de ouvir aquilo que nos convém.

Nunca oferecemos a outra face. Ficamos diferentes já no primeiro desgosto. E fugimos.

Amizade é também o contraditório; respeitar as diferenças como exercício natural das boas (ou más) relações humanas.

Que o banal se baste no que é banal; e que só o amor transborde.

Ninguém é obrigado a viver de cultuar o novo; chega de deslumbramentos! Sábio é aquele que vê inspiração no que é imperfeito.

O segredo é se apaixonar todos os dias pelas pessoas que estão envelhecendo conosco.

E a cada novo drama, um atestado de bem-querença.

Amizade é solidão, é dor, é perdão, é culpa, é comunhão. É enxergar a vida com os olhos fechados.

*Misael Nóbrega de Sousa

Qual a sua opinião sobre assunto?

© 2015-2018 CSS Notícias | Desenvolvido por EA Soluções

%d blogueiros gostam disto: