fbpx

Pavimentação da BR-163 até Santarém e Miritituba deve ser concluída em 2019

Em visita a Santarém, oeste do Pará, na tarde desta sexta-feira (1), o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, anunciou que as obras de pavimentação da BR-163 – dos 51 km até o distrito de Miritituba, em Itaituba, e os 58 km que faltam até Santarém -, excluindo o trecho da BR-230, devem ser concluídas até o final de 2019.

“A gente sai daqui muito otimista com relação à pavimentação da BR-163. Estabelecemos uma meta de terminar a pavimentação até Miritituba até o final de 2019 e acredito que há a mesma possibilidade para o trecho que vem aqui para Santarém. Então, nós vamos dar um grande impulso, no Pará esse é o nosso grande compromisso, a conclusão da pavimentação da BR-163. Nossa expectativa é trazer o presidente Bolsonaro aqui para a inauguração”, disse Tarcísio Gomes.

Ministro de Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas com prefeito de Santarém, Nélio Aguiar, vice-prefeito José Maria Tapajós e Adriano Maraschin (esquerda) e o secretário regional de Governo do Baixo Amazonas, Henderson Pinto (direita) — Foto: Geovane Brito/G1

Ministro de Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas com prefeito de Santarém, Nélio Aguiar, vice-prefeito José Maria Tapajós e Adriano Maraschin (esquerda) e o secretário regional de Governo do Baixo Amazonas, Henderson Pinto (direita) — Foto: Geovane Brito/G1

Na região desde quinta-feira (31), o ministro percorreu a BR-163 praticamente em toda a extensão no Pará. A visita tinha duas finalidades:

  1. Observar o funcionamento da Operação Radar que foi projetada por vários ministério do Governo Bolsonaro para garantir que a safra chegasse aos portos do Arco Norte da melhor forma possível.
  2. Verificar a preparação das empresas e do Exército para o período do verão. “Nessa época de inverno a gente tem que produzir material, para que no início do verão a gente comece a atacar as obras”, frisou o ministro.

Sobre a Operação Radar, o ministro disse que está funcionando dentro do planejado. “Não temos nenhum problema de retenção. Quando chove os postos de controle de trânsito estão segurando o fluxo um pouquinho para dar tempo de fazer a manutenção corretiva daqueles trechos ainda não pavimentados”.

G1

Qual a sua opinião sobre assunto?

© 2015-2018 CSS Notícias | Desenvolvido por EA Soluções

%d blogueiros gostam disto: