Marielle foi morta por milicianos por causa de grilagem, afirma general

O general Richard Nunes, secretário da Segurança Pública do Rio de Janeiro, afirmou que a vereadora Marielle Franco (Psol) foi morta porque milicianos acreditaram que ela podia atrapalhar os negócios ligados à grilagem de terras na zona oeste da capital. Segundo afirmou em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o crime que também vitimou o motorista Anderson Gomesestava sendo planejado desde 2017, muito antes de o governo federal decidir decretar a intervenção federal no estado.

Ler mais

© 2015-2018 CSS Notícias | Desenvolvido por EA Soluções